Última hora

Em leitura:

Forças iraquianas reconquistam edifícios chave em Mossul


Iraque

Forças iraquianas reconquistam edifícios chave em Mossul

Hot topic map

Hot Topic Saiba mais sobre Mossul

De acordo com várias fontes militares do Iraque as forças do país, apoiadas pelos EUA, assumiram o controlo da sede do governo da província de Ninive, em Mossul, o museu arqueológico desta cidade, vandalizado pelo grupo Estado Islâmico, um edifício do Banco central iraquiano, nesta cidade e um outro onde estava instalado o principal tribunal dos jihadistas.

De acordo com o General da Força Aérea dos Estados Unidos, Matthew Isler, os combatentes extremistas, que defendem o oeste de Mossul estão desorganizados, alguns dos estrangeiros estão a tentar deixar a cidade. Ainda assim, e apesar da inferioridade numérica, a mesma fonte diz que os jihadistas continuam a lutar para não perder a cidade.

O avanço, continuado, das forças iraquianas, desde há mais de duas semanas, tem sido um grande golpe para os extremistas que chegaram a controlar quase um terço do Iraque.

Em janeiro, os militares declaravam que o leste de Mossul estava “totalmente livre”, três meses depois do início da operação para retomar a cidade.

Os extremistas assumiram o controlo de Mossul, em junho de 2014, numa ofensiva relâmpago que lhes permitiu ocupar vastas áreas a norte e oeste de Bagdade.

Os combates nesta região levaram ao deslocamento de mais de 50.000 pessoas, segundo a Organização Internacional para as Migrações.

Nesta área permanecem cerca de 750.000 habitantes, começam a faltar alimentos e outros bens de primeira necessidade.

Com Reuters, AFP