Última hora

Em leitura:

Unicef: 2016 foi o pior ano para as crianças sírias, segundo relatório


Síria

Unicef: 2016 foi o pior ano para as crianças sírias, segundo relatório

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Relatório da Unicef afirma que 2016 foi o pior ano para as crianças sírias.

O relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância, publicado esta segunda-feira, dá conta de um número recorde de violações graves dos direitos das crianças sírias em 2016.

De acordo com o documento, em 2016, pelo menos 652 crianças teriam sido mortas na Síria, um aumento de 20% relativamente a 2015.

Igualmente preocupante teria sido o aumento do recrutamento de crianças para lutarem ao lado dos extremistas. Pelo menos 850 teriam sido recrutadas em 2016, um aumento para mais do dobro dos números registados em 2015.

O relatório dá conta ainda da situação vulnerável em que se encontram cerca de seis milhões de crianças em todo o país que dependem de ajuda humanitária para sobreviverem. Destas, 2,8 milhões encontram-se em áreas de difícil acesso.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Iraque

Brett McGurk: "Daesh já perdeu mais de 60% do território no Iraque"