Última hora

Em leitura:

Esqui Alpino, Súper G: Tina Weirather ultrapassa Stuhec e "agarra" Globo


Desporto

Esqui Alpino, Súper G: Tina Weirather ultrapassa Stuhec e "agarra" Globo

Tina Weirather conquistou esta quinta-feira o primeiro Globo de Cristal da carreira, com o triunfo na derradeira etapa de “slalom” súper gigante da Taça do Mundo de esqui alpino.

Em Aspen, nos Estados Unidos, a esquiadora de 27 anos, do Liechtenstein, partiu em desvantagem na classificação para esta última etapa de “Súper G”, era segunda e tinha menos 15 pontos que a líder da disciplina, Ilka Stuhec, a estrela do momento.

Bastava a Weirather ficar nos três primeiros lugares e à frente da eslovena, mas ela não arriscou e preferiu jogar as fichas todas no triunfo. Foi a quinta esquiadora a lançar-se encosta abaixo e colocou a concorrência sem sentido ao fixar o melhor tempo do dia em 1:11,66 minutos.

Ilka Stuhec entraria em ação pouco depois e tinha ainda nas mãos a possibilidade de conquistar no “Super G” o terceiro Globo de Cristal da temporada, depois do combinado, há três semanas, e, já esta quarta-feira, do de “downhill”.

Tinha apenas que fazer melhor que Weirather, que ficou a roer as pontas das luvas. Um “apenas” que se revelou impossível.

A eslovena gastou mais 35 centésimas de segundo que a rival do Liechtenstein e caiu para o segundo lugar da geral.

A italiana Federica Brignone fechou o pódio, nesta derradeira etapa de “Super G”, a apenas uma centésimo da eslovena e a 36 da nova detentora do Globo de Cristal da disciplina.

A competir em casa e depois do segundo lugar no “downhill”, na véspera, Lindsay Vonn teve um dia para esquecer no “Super G”. A norte-americana, de 32 anos, despistou-se, mas sem problemas de maior para a integridade física.

A Taça do Mundo de esqui alpino prossegue esta sexta-feira com a prova por equipas do quadro feminino. No sábado, realiza-se a derradeira etapa de “slalom” (Mikaela Shiffrin é já a virtual campeã) , no domingo, a última de “slalom” gigante (a francesa Tessa Worley lidera, mas Shiffrin está a 80 pontos e há pelo menos 100 em jogo).

Na corrida ao Globo de Cristal na geral da Taça do Mundo, Shiffrin é a líder com 1523 pontos e Stuhec é segunda, a 198.

Em termos matemáticos, a eslovena ainda tem uma nesga de possibilidades de arrebatar o título, mas só com um grande azar da norte-americana a quem um 28.° lugar numa destas últimas duas provas individuais basta para garantir o primeiro Globo de Cristal na geral da Taça do Mundo após quatro no “slalom” gigante.

Todas estas últimas etapas vão decorrer em Aspen, nos Estados Unidos.