Última hora

Em leitura:

Paris e Los Angeles em "guerra" pela organização das Olimpíadas de 2024


Desporto

Paris e Los Angeles em "guerra" pela organização das Olimpíadas de 2024

Está aberta a “guerra” de bastidores pela organização dos Jogos Olímpicos de 2024. Depois das desistências de Boston, Hamburgo, Roma e Budapeste, restam Paris e Los Angeles na corrida.

O Comité Olímpico Internacional (COI) estará a ponderar distribuir por ambas as cidades as duas próximas edições, mas nenhum dos lados parece interessado nos Jogos de 2028.

A capital de França sonha com a organização das olimpíadas exatamente 100 anos após a última vez. Depois de 1924, Paris voltou a candidatar-se a organizar os Jogos de 1992 (ganhos por Barcelona), 2008 (Pequim) e 2012 (Londres).

Los Angeles organizou as Olimpíadas de 1932 e 1984, mas será das cidades que mais vezes se candidatou sem sucesso: 1924 (Paris), 1928 (Amesterdão), 1948 (Londres), 1952 (Helsínquia), 1956 (Melbourne), 1976 (Montreal) e 1980 (Moscovo) — estes últimos, até hoje os únicos Jogos de Verão organizados na Europa de leste, na altura ainda na União Soviética e marcados por um massivo boicote liderado curiosamente pelos Estados Unidos.

Esta terça-feira, um dos copresidentes da candidatura olímpica de Paris, numa “maratona” de entrevistas a meios de comunicação, lembrou que na capital francesa “tudo foi feito a pensar em 2024”.

“Os terrenos reservados para a vila olímpica e para a vila paralímpica apenas estão disponíveis para 2024. Também porque esta é já a quarta candidatura de Paris, acreditamos que é agora ou nunca”, afirmou o também antigo tricampeão olímpico de canoagem Tony Estanguet, garantindo: “Esta será a última candidatura de Paris aos Jogos. Depois, penso que Paris e a França vão dedicar-se a outros projetos.”

Um dia depois de já ter concedido uma entrevista exclusiva ao jornal digital InsideTheGame, após o ultimato de Paris2024, o presidente da câmara (“mayor”) de Los Angeles voltou a falar ao jornal especializado em olimpismo para sublinhar que a cidade norte-americana “está a competir para 2024 e mais nada”.

“Adoraria visitar os meus amigos em Paris em 2028. Nunca ponderámos outro cenário”, afirmou Eric Garcetti.

A decisão final do COI será conhecida a 13 de setembro, em Lima, no Peru.

ALL VIEWS

Clique para descobrir