Última hora

Em leitura:

Tusk promete resposta "determinada" à carta do Brexit


A redação de Bruxelas

Tusk promete resposta "determinada" à carta do Brexit

Foi pela mão do embaixador do Reino Unido junto da União Europeia (UE), Tim Barrow, que a carta do Brexit chegou a Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, esta quarta-feira, na sede da instituição, em Bruxelas.

Na carta, o governo britânico disse que será preciso “trabalhar muito” para obter uma “parceria especial e profunda”.

Em conferência de imprensa, o presidente do Conselho Europeu afirmou que “não há razão para fingir que este não é um dia feliz, nem para Bruxelas nem para Londres”.

“Paradoxalmente, há também algo positivo no Brexit porque tornou a comunidade dos 27 países mais determinada e unida do que antes. Posso dizer que permaneceremos determinados e unidos no futuro, durante a difícil negociação que temos pela frente”, acrescentou Donald Tusk.

A carta é o primeiro passo oficial desde o referendo de 23 de junho de 2016, quando 52% dos eleitores votaram pela saída do país da UE.

Para celebrar o que consideram ser o princípio do fim da UE, eurodeputados britânicos eurocéticos reuniram-se num bar perto da Comissão Europeia.

“A mensagem para a Europa é: o Reino Unido em primeiro lugar, todos os outros vêm a seguir. Estou ansioso para ver um Frexit, talvez a senhora Le Pen seja capaz de o organizar em França. Penso que sistema politico já se está a aperceber do que se passa em França”, disse à euronews o eurodeputado David Corburn.

Nos próximos dois anos, as partes tentarão chegar a um acordo sobre os termos da separação, que terá implicações políticas, jurídicas, económicas e financeiras.