Última hora

"Putin ordenou campanha para influenciar eleições" nos EUA

“O presidente russo Vladimir Putin ordenou uma campanha deliberada, cuidadosamente construída para minar as eleições [nos Estados Unidos].

Em leitura:

"Putin ordenou campanha para influenciar eleições" nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

“O presidente russo Vladimir Putin ordenou uma campanha deliberada, cuidadosamente construída para minar as eleições [nos Estados Unidos].”

Quem o disse foi o senador democrata Mark Warner, na abertura das audiências públicas da Comissão de Inteligência do Senado norte-americano para investigar as suspeitas de ingerência do Kremlin nas presidenciais de novembro do ano passado.

O presidente Donald Trump rejeita que a Rússia tenha contribuído para a sua vitória, ao prejudicar a campanha de Hillary Clinton.

Para Clinton Watts, do Instituto de Pesquisa em Política Externa, “o Kremlin pode destruir democracias a partir do interior, alcançando dois marcos importantes: a dissolução da União Europeia e o desmembramento da NATO”.

Vários senadores exprimiram receios de que os próximos alvos de Putin sejam as eleições em França e na Alemanha.

Durante uma conferência sobre o Ártico, o presidente russo voltou a negar qualquer ingerência nas presidenciais norte-americanas. Mas cometeu um engano, atribuindo a Ronald Reagan uma expressão que tinha sido usada por George Bush.

Durante a primeira audiência pública da comissão do Senado norte-americano, peritos em cibersegurança detalharam o que descreveram como uma campanha de ataques e disseminação de desinformação visando tanto democratas como republicanos e sugeriram que a Rússia também pode ter influenciado o voto do “Brexit” no Reino Unido.