Última hora

Em leitura:

Chamas dispersam centenas migrantes perto de Dunquerque


mundo

Chamas dispersam centenas migrantes perto de Dunquerque

Depois das chamas, uma corrida contra o tempo para reunir e abrigar cerca de 600 migrantes errantes em França.

Um incêndio de grandes proporções no campo de refugiados de Grande-Synthe, no norte, durante a noite, arrasou a maior parte das 300 casas de acolhimento em madeira. Apenas 70 ficaram de pé.

O sinistro terá acontecido durante uma rixa entre grupos rivais de curdos do Iraque e afegãos.

13 pessoas ficaram feridas, 4 por golpes de armas brancas.

O presidente da câmara de Grande-Synthe, Damien Careme explica qual é, agora, a prioridade.

“O campo não foi feito para durar e é agora tempo de encontrar soluções. Temos alguns lugares que foram encontrados, hoje. Respondemos à emergência humanitária, o campo atingiu o limite mas agora está 80% queimado. Por isso temos agora que encontrar novas soluções de emergência para ultrapassar o que aconteceu na última noite”, explicou.

Cerca de 1600 pessoas residiam no campo, perto de 500 foram alojadas em ginásios, mas grande parte desapareceu.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Turquia

Referendo: Votos dos emigrantes turcos são recolhidos