Última hora

Em leitura:

Coreia do Norte: Trump reforça presença militar norte americana na península coreana


Coreia

Coreia do Norte: Trump reforça presença militar norte americana na península coreana

Camiões militares norte-americanos que transportam as primeiras peças do sistema de defesa antimísseis THAAD chagaram à Coreia do Sul na madrugada de terça-feira.

O escudo é suposto interceptar e destruir os mísseis balísticos norte-coreanos.

A montagem do sistema de defesa antimíssil norte-americano, ainda este ano, desagradou à Coreia do Norte, mas também a China e a Rússia.

Em demonstração de força, Washington enviou para a península coreana o submarino nuclear USS Michigan e o porta-aviões nuclear Carl Vinson, após o Presidente Trump ter prometido colocar na região uma “armada muito poderosa.”

Os norte-americanos vão participar em exercícios militares conjuntos com a Coreia do Sul, que Seul afirma serem para conter as provocações norte coreanas.

Foi neste contexto de grande tensão que Pyongyang celebrou, terça-feira, a formação do exército da Coreia do Norte.

Após muitas especulações sobre a possibilidade de o regime de Kim Jong-Un poder realizar um sexto lançamento de teste nuclear, ou de mísseis, para marcar o 85º aniversário do exército, a Coreia do Norte realizou exercícios de artilharia com fogo real de grande dimensão.

EUA

E.U.A.: Juiz suspende decreto de Trump sobre "cidades santuário"