Última hora

Em leitura:

Trump levanta proibição de Obama à prospeção petrolífera no Ártico


EUA

Trump levanta proibição de Obama à prospeção petrolífera no Ártico

Donald Trump desfez mais uma decisão da anterior administração Obama, na véspera de cumprir cem dias no poder sem uma medida do seu programa aprovada no Congresso.

O presidente voltou a recorrer a um decreto para cancelar a proibição à prospeção petrolífera no Ártico e noutras zonas costeiras do país, ordenando uma revisão dos santuários marítimos protegidos pelo seu predecessor no cargo.

“É um grande dia para os trabalhadores americanos e para as famílias, hoje estamos a libertar a energia americana e a abrir o caminho para milhares e milhares de empregos bem pagos no setor da energia americana. Este decreto inicia o processo de abertura das zonas costeiras à criação de emprego na prospeção energética. Este decreto anula a anterior proibição de prospeção no Ártico”.

A medida de Trump é anunciada, no entanto, depois da nova administração ter revisto a promessa de retirar a assinatura de Washington do acordo climático de Paris.

Com o novo decreto, Trump pretende cumprir o objetivo de aumentar a produção energética, ao mesmo tempo que é desafiado por democratas e ambientalistas que prometem uma nova batalha nos tribunais.

As águas do Ártico encerram mais de 90 mil milhões de barris de petróleo, um terço dos quais só na zona do Alaska. A prospeção petrolífera representa, no entanto, um risco ambiental num ecossistema fragilizado pelo aquecimento global.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

EUA preocupados com poderio nuclear e de mísseis balísticos da Coreia do Norte