Última hora

Em leitura:

Venezuela: Protesto contra medida de Nicolas Maduro para mudar a Constituição


Venezuela

Venezuela: Protesto contra medida de Nicolas Maduro para mudar a Constituição

Caracas é, mais uma vez, palco de manifestações.

Por toda a capital da Venezuela, várias pessoas protestaram contra o facto de Nicolas Maduro ter, convocado, na segunda-feira, a população para eleger uma Assembleia Nacional Constituinte cidadã.

O presidente justifica que a reforma do Estado está incluída nas suas “atribuições constitucionais”, e que a convocatória permitirá redigir uma nova Constituição, de modo a obter “a paz da República”.

Para os insurgentes, esta é mais uma arbitrariedade do chefe de Estado.

“Maduro deu mais um pontapé na Constituição com o objetivo de convocar, unilateralmente, uma assembleia constituinte com seus partidários, marginalizando mais de 80% dos venezuelanos que estão contra este regime”, afirma um manifestante.

Para os críticos, a nova Constituição será redigida à medida do Governo.

A nova lei fundamental será desenhada por 500 delegados, metade partidários do regime. Segundo o mandatário do atual líder, 250 pertencerão à estrutura comunal que tem defendido o chavismo, os restantes 250 serão eleitos por voto direto e secreto em vários municípios.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Suécia

Migração: Suécia alivia controlos mas apenas na fronteira com a Dinamarca