Última hora

Em leitura:

Petróleo oscilante e mercados em alta antes das eleições francesas


mercados

Petróleo oscilante e mercados em alta antes das eleições francesas

Os preços do petróleo estão oscilantes. Voltaram a subir até 2% na sexta-feira, depois de uma queda de quase 5% na quinta-feira passada. Uma consequência do anúncio da Arábia Saudita que garante que não vai aumentar a produção, pelo menos nos próximos seis meses. A OPEP (organização dos países exportadores de petróleo) chegou a um acordo tendo em vista um corte na produção que pretende reduzir a oferta nos mercados e revalorizar a matéria-prima.

As bolsas europeias fecharam em alta nesta sexta-feira. Paris e Milão ganham acima de 1%, impulsionadas pelas últimas sondagens em França que dão ao candidato centrista, Emmanuel Macron, a vantagem sobre a líder da extrema-direita, Marine Le Pen.

A bolsa lisboeta seguiu a tendência das congéneres europeias e encerra a subir 0,37%, penalizada pela Corticeira Amorim. O euro termina a semana em máximos de seis meses face ao dólar. Durante a sessão desta sexta-feira, a moeda única aproximou-se de um dólar e dez, o máximo desde novembro último, e os analistas estimam que supere essa fasquia em caso de vitória de Emmanuel Macron na segunda volta das presidenciais.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

mercados

Subida ligeira das bolsas europeias com o fim da euforia eleitoral