Última hora

Última hora

Venezuela: EUA sancionam magistrados do Supremo

Em leitura:

Venezuela: EUA sancionam magistrados do Supremo

Tamanho do texto Aa Aa

O Departamento de Estado dos EUA anunciou sanções contra o presidente do Supremo Tribunal da Venezuela e sete magistrados desta instância. O organismo diz que eles “são responsáveis por uma série de decisões judiciais que usurparam a autoridade da Assembleia Nacional, eleita democraticamente”, o que permitiu ao Executivo governar por decreto de emergência.

Donald Trump, considera a situação no país insustentável:

“As pessoas não têm o suficiente para comer, as pessoas não têm comida, há muita violência e faremos o que for necessário, e trabalharemos juntos, para fazer o que for necessário, para ajudar a resolver isso. O que está a acontecer é, realmente, uma desgraça para a humanidade”, afirmou Trump.

As manifestações e a violência continuam em Tachira, para onde as autoridades venezuelanas, destacaram 2600 elementos das forças de segurança.

Desde o início dos protestos já morreram, e segundo a agência de notícias espanhola EFE, 48 pessoas.

Para sábado está marcado mais um protesto, para assinalar os 50 dias desde que as manifestações contra o governo de Nicolas Maduro, e as suas políticas, começaram.