Última hora

Em leitura:

Manchester: Polícia descobre explosivos em Wigan


Reino Unido

Manchester: Polícia descobre explosivos em Wigan

A investigação ao atentado à Manchester Arena prossegue, com 10 detenções até agora.

Foi entretanto libertada esta quinta-feira uma mulher detida no dia anterior.

A pequena cidade de Wigan, a cerca de 30 quilómetros noroeste de Manchester, foi alvo de buscas também nesta quinta-feira, pela polícia e por uma brigada anti-explosivos que isolou uma estrada local.

Os materiais encontrados num endereço de Wigan serviriam potencialmente para o fabrico de mecanismos explosivos.

Nenhuma explosão controlada teve lugar. Alguns residentes foram desalojados temporariamente por razões de segurança.

O Chefe da Polícia da Grande Manchester, Ian Hopkins, sublinhou a importância dos primeiros resultados dessas buscas: “Quero reassegurar todas as pessoas de que as detenções que fizemos são significativas. As primeiras buscas locais revelaram itens que acreditamos serem muito importantes para a investigação. Estas buscas demorarão vários dias a completar. Assim, como é expectável, haverá alguma perturbação na área e nas envolventes.”


O cordão policial foi levantado ao final do dia com alguns dos residentes a poderem regressar a casa, enquanto a alguns outros foi pedido pelas autoridades que procurassem uma alternativa logística durante a noite.

Recorde-se que depois do atentado na Manchester Arena, – uma bomba detonada à saída de um concerto da cantora norte-americana Ariana Grande na passada segunda-feira (21 de maio), que vitimou 22 pessoas e feriu acima de uma centena, segundo os últimos dados, com cerca de uma vintena de pessoas ainda em estado crítico – o nível de alerta de segurança do Reino Unido era classificado como “grave”, passando a “crítico” desde terça-feira, o mais elevado, pela primeira vez em 10 anos.