Última hora

"Andrómeda" de Rodin atinge mais de 3,6 milhões de euros em leilão

Em leitura:

"Andrómeda" de Rodin atinge mais de 3,6 milhões de euros em leilão

Tamanho do texto Aa Aa

Uma escultura em mármore branco do escultor francês, Auguste Rodin, representando a princesa Andrómeda, foi vendida num leilão em Paris por mais de 3,6 milhões de euros.

A obra, que tinha sido oferecida por Rodin a um diplomata chileno há 130 anos, estava inicialmente estimada entre 800 mil e 1,2 milhões de euros.

No leilão da casa Artcurial, as licitações subiram num ápice – sobretudo pelo telefone. Esta obra é um dos cinco exemplares de “Andrómeda”, feitos pelo artista. Três encontram-se nas coleções dos museus Rodin em Paris, Filadélfia e Buenos Aires.

A quarta foi adquirida por um particular em 2006, num leilão em Nova Iorque, por 3 milhões de dólares.

A venda ocorre no ano em que se celebra o centenário da morte de Auguste Rodin (1840-1917). No programa das celebrações está, nomeadamente, a exposição retrospetiva da obra do artista, patente até 30 de julho, no Grand Palais, em Paris. A mostra reúne 200 obras de artistas contemporâneos que reivindicam a influência de Rodin.

Contrariamente à imagem atual do escultor, Rodin, como os grandes escultores do seu tempo, não esculpia ele próprio o mármore. A tarefa, difícil, era atribuída a artesãos especializados ou alunos, sob a orientação e os planos do artista.

Auguste Rodin trabalhava com as suas próprias mãos a argila, o gesso e mesmo o bronze.