Última hora

Em leitura:

Agente da secreta portuguesa acusado de espiar para a Rússia


Portugal

Agente da secreta portuguesa acusado de espiar para a Rússia

O Ministério Público português acusou Frederico Carvalhão Gil de espionagem ao serviço da Rússia. O agente do SIS, a secreta portuguesa, capturado em Maio do ano passado em Roma e atualmente em prisão domiciliária em Portugal é acusado também de violação do segredo de Estado e corrupção ativa e passiva agravados.

As mesmas acusações pesam sobre Sergey Nicolaevich Pozdnyakov, agente do SVR, os serviços de informação externos russos, que teria estado pelo menos três vezes em contato com o português, a última das quais em Roma.

Segundo o Ministério Público, Carvalhão Gil teria sido recrutado pela secreta russa, a troco do pagamento de quantias em dinheiro. O agente do SIS teria fornecido documentos secretos da NATO a Moscovo relacionados com ciberataques e a segurança energética. O agente russo encontra-se em paradeiro desconhecido depois de ter sido libertado pelas autoridades italianas que rejeitaram o pedido de extradição para Portugal.

Brasil

Obras arquitetónicas de Niemeyer são património Cultural