Última hora

Última hora

Brexit: Bruxelas à espera dos britânicos

Theresa May não conseguiu reforçar a maioria no Parlamento, mas insiste que a estratégia do Governo britânico não mudou.

Em leitura:

Brexit: Bruxelas à espera dos britânicos

Tamanho do texto Aa Aa

Theresa May não conseguiu reforçar a maioria no Parlamento, mas insiste que a estratégia do Governo britânico não mudou. Quer um “Brexit duro” e diz que mais vale não haver acordo do que um mau acordo.

Bruxelas está à espera que os britânicos se sentem à mesa das negociações, enquanto a contagem decrescente para o prazo de dois anos continua. Equipas dos dois lados já estão em negociações de preparação.

Para discutir possíveis implicações para o calendário ou para a estratégia de May, nesta edição, ouvimos o nosso colega britânico, James Franey, e um deputado europeu do Reino Unido.

Esta terça-feira, o colégio dos comissários deve decidir se vai avançar com processos contra os Estados-Membros que se recusam a aplicar o programa de realojamento da União Europeia. A Polónia e a Hungria recusaram-se a aceitar qualquer cidadão no âmbito deste plano criado em 2015 para realojar 160 mil refugiados que estavam em Itália e na Grécia.
A República Checa e a Eslováquia também desafiaram a estratégia da União Europeia.
O Comissário para as Migrações vai clarificar os próximos passos numa conferência de imprensa esta tarde.