Última hora

Em leitura:

Mais de 60 mortos no violento incêndio de Pedrógão Grande


Portugal

Mais de 60 mortos no violento incêndio de Pedrógão Grande

Já morreram 61 pessoas na sequência do violento incêndio que deflagrou sábado à tarde no concelho de Pedrógão Grande, na região centro de Portugal.

A atualização do balanço oficial de vítimas está a ser efetuado este domingo pelo secretário de Estado da Administração Interna. Jorge Gomes revelou ainda que o número de feridos se mantinha nos 59, tendo 18 deles sido transportados para hospitaois de Coimbra, Lisboa e Porto — pelo menos cinco estarão em estado grave (quatro bombeiros e uma criança).


Logo no sábado à noite, o primeiro-ministro português, esteve na zona afetada e lamentou esta tragédia em curso no distrito de Leiria. “Esta é, seguramente, a maior tragédia de vidas humanas que temos conhecimento nos últimos anos, em Portugal”, afirmou António Costa.



Em Pedrógão Grande encontra-se também uma equipa de investigação da Polícia Judiciária e seis técnicos do Instituto de Medicina Legal. A possibilidade de mão criminosa está para já afastada.

O diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ) afirmou à Lusa que o incêndio terá tido origem numa trovoada seca, afastando qualquer indício de origem criminosa.

“A PJ, em perfeita articulação com a GNR, conseguiu determinar a origem do incêndio e tudo aponta muito claramente para que sejam causas naturais. Inclusivammente encontrámos a árvore que foi atingida por um raio”, disse Almeida Rodrigues.

“A origem do incêndio foi provocada por trovoadas secas”, tendo sido a partir daí que o fogo se propagou, explicou o diretor nacional da PJ.


Envolvidos no combate a este incêndio de Pedrogão Grande, no distrito de Leiria, estavam ao início desta manhã 687 operacionais, apoiados por 224 viaturas e três máquinas de rasto.

As chamas alastraram-se, entretanto, aos concelhos de Figueiró dos vinhos e Castanheira de Pera. Pelo menos duas das quatro frentes ativas, revelavam-se extremamente violentas.


Meios de combate a incêndios de Espanha e França juntam-se este domingo na ajuda ao combate a este trágico incêndio na região centro de Portugal.

Não muito longe, estava a evoluir bem o combate ao incêndio também em curso no concelho de Góis, distrito de Coimbra, onde não há registo de vítimas nem de casas ardidas.

De acordo com a página da Proteção Civil, pelas 09:20 deste domingo, estavam ativos 93 incêndios em Portugal, envolvendo 1736 operacionais, 564 viaturas e 12 meios aéreos, estando sete outros em resolução e 34 em conclusão.


O jogo inaugural de Portugal na Taça das Confederações de futebol, esta tarde na Rússia, vai ser antecidido de um minuto de silêncio pelas vítimas dos incêndios. Os jogadores portugueses vão defrontar o México envergando fumos negros.



#Repost portugal (get_repost) ・・・ O dia em que iniciamos a participação na Taça das Confederações é igualmente um dia de grande consternação e dor para o País que orgulhosamente representamos. A tragédia ocorrida em Pedrógão Grande, que reclamou a vida de tantos dos nossos compatriotas, não pode deixar ninguém indiferente e certamente não nos deixa a nós. Nesta hora tão triste, enviamos as mais sentidas condolências às famílias, amigos e entes queridos das vítimas dos incêndios. Se temos consciência de que meras palavras não poderão minimizar a vossa dor que também é nossa, dizemo-vos, ainda assim, que hoje em campo levaremos o vosso coração no nosso coração. 💚❤️ Fernando Gomes Fernando Santos rpatricio1 brunoralves2oficiall official_pepe luisneto13oficial raphaelguerreiro14 f6nte cristiano joaomoutinho8 andresilva9 bernardocarvalhosilva nelsonsemedo50 josesaoficial iamdanilopereira wcarvalho14 aftgomes21 pizzi21 luisnani gelsondany77 eliseupereira83 ricardoquaresmaoficial cedricsoares41 betopimparell adriensilva23</a></p> <p style=" color:#c9c8cd; font-family:Arial,sans-serif; font-size:14px; line-height:17px; margin-bottom:0; margin-top:8px; overflow:hidden; padding:8px 0 7px; text-align:center; text-overflow:ellipsis; white-space:nowrap;">A post shared by Luís Nani (luisnani) on