Última hora

Em leitura:

Incêndio na Andaluzia: 2000 pessoas desalojadas


Espanha

Incêndio na Andaluzia: 2000 pessoas desalojadas

O sudoeste de Espanha foi atingido pelas chamas, obrigando à saída de cerca de duas mil pessoas de locais de veraneio como parques de campismo e estâncias turísticas.

O incêndio terá começado de madrugada este domingo, perto de La Peñuela, em Huelva, zona fronteiriça com Portugal e chegou a raiar o Parque Nacional de Doñana, declarado Património da Humanidade e Reserva da Biosfera pela Unesco.


O vento inconstante e o calor de hoje dificultaram o trabalho de mais de duas dezenas de veículos terrestres e 25 meios aéreos, que lutam contra os vários focos do incêndio. Um dos mais preocupantes foi o de Matalascañas, uma localidade costeira isolada e onde milhares de turistas passavam o fim de semana, aguardando agora a reabertura da estrada após a extinção das chamas.

Foi também evacuado o centro de protecção do lince ibérico de El Acebuche e o Instituto Nacional de Técnica Aeroespacial.

Não se descarta a hipótese de fogo posto.

O Governo Regional da Andaluzia pediu serenidade e colaboração aos cidadãos para extinguir o fogo. A tarefa está a cargo do Plano de Prevenção e Extinção de Incêndios da Andaluzia, da Unidade Militar de Emergências e do Consórcio Distrital de Bombeiros, para além de um contingente de 80 elementos da Guarda Civil espanhola.