Última hora

Em leitura:

Confrontos entre polícias e manifestantes em Jerusalém


Israel

Confrontos entre polícias e manifestantes em Jerusalém

Balas de borracha e granadas de atordoamento foram disparadas contra os manifestantes em Jerusalém.
Elementos da polícia israelita e palestinianos envolveram-se em confrontos, esta sexta-feira, durante os protestos contra a decisão das autoridades de barrar a entrada a todos os homens com menos de 50 anos na cidade velha.

Mulheres e crianças, independentemente da idade, estão autorizadas a passar, assim como turistas e jornalistas.

De qualquer forma, dezenas de palestinianos recusaram-se a cumprir as ordens, não abandonaram o local e cumpriram as orações junto à barreira policial.

O porta-voz da polícia israelita, Micky Rosenfeld, explicou que a proibição e todas as medidas de segurança vão continuar a ser aplicadas até ser necessário para evitar ataques terroristas.

3.000 agentes foram destacados para o local sagrado onde devem continuar a ocorrer protestos pela instalação de detetores de metal. A decisão foi tomada depois de um tiroteio na semana passada, onde morreram dois polícias. Os líderes muçulmanos defendem que os detetores de metal são parte de uma tentativa de Israel de expandir o controlo no local.