Última hora

Kos ensaia regresso à normalidade após terramoto mortífero

Em leitura:

Kos ensaia regresso à normalidade após terramoto mortífero

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia afirma que a situação regressou ao normal na ilha de Kos após o sismo de 6,6 de magnitude que provocou dois mortos e mais de uma centena de feridos em plena época estival.

As vítimas mortais são dois turistas de nacionalidades turca e sueca, mortos no desabamento do telhado de um bar.

Outras 13 pessoas de várias nacionalidades foram transferidas para hospitais no continente e nas ilhas vizinhas em estado grave.

“A televisão caiu e durante vinte segundos foi simplesmente impressionante”, afirma uma turista italiana.

O abalo, inicialmente de 6,4 de magnitude, foi revisto em alta esta tarde. O epicentro, localizou-se entre as ilhas de Kos e Rodes, a cerca de 10Km de profundidade.

“De repente senti como se um comboio tivesse entrado na sala, e disse ao meu filho que parecia um terramoto e que devíamos sair para a rua imediatamente”, afirma um turista alemão.

O tremor de terra, seguido de um pequeno Tsunami provocou o desmoronamento de vários edifícios, danificando o cais de embarque e deixando um terço da ilha sem eletricidade.

O porta-voz do governo grego, Dimitris Tzanakopoulos, garantiu esta tarde que, “a situação está a regressar ao normal e tudo está agora sob controlo”.

O aeroporto, que resistiu ao abalo, regista vários atrasos quando se tornou a principal via de saída da ilha que albergava mais de 200 mil turistas.

Na costa turca, não há vítima a assinalar mas mais de 70 pessoas ficaram feridas na zona turística de Bodrum.

Atenas afirma ter registado mais de 200 réplicas após o sismo que deverão continuar a sentir-se nas próximas semanas.

Trata-se do segundo terramoto superior a 6 de magnitude a registar-se na zona do mar Egeu, depois do sismo que deixou centenas de pessoas sem casa na ilha de Lesbos, em Junho.