Última hora

Em leitura:

Sul da Europa massacrado pelas chamas


mundo

Sul da Europa massacrado pelas chamas

Não há fim à vista para o inferno dos incêndios no sul da Europa. Portugal tem sido um dos países mais massacrados e só esta terça-feira registaram-se mais de uma centena de ocorrências de incêndios florestais.

Os casos mais preocupantes tiveram lugar em Sertã e Vale de Coelheiros, no distrito de Castelo Branco, e Mação, no distrito de Santarém e obrigaram à mobilização de mais de um milhar de bombeiros, em Setúbal as chamas chegaram perto do hospital.

Em Itália, a série de incêndios que tem atingido o Centro-Sul do país chegou à capital. O dia ficou marcado pelo incêndio no bairro romano Esposizione Universale Roma, que queimou uma área de mato seco onde o lixo acumulado deu origem a uma nuvem tóxica.

O tempo quente e seco também fez estragos em França, ajudando à propagação de vários incêndios. Os sinistros registados no sul do país e na Córsega destruíram mais de quatro mil hectares de área florestal e provocaram duas dezenas de feridos.