Última hora

Marcha contra o "Brexit" em Londres

Parlamento vota, esta segunda-feira, o projeto-lei que prevê a erradicação da supremacia das normas comunitárias depois do "Brexit."

Em leitura:

Marcha contra o "Brexit" em Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Alinhadas em nome de uma causa maior, milhares de pessoas manifestaram-se, este sábado, em Londres para exigir ao Governo liderado por Theresa May a renúncia à saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

Desfilaram pelas ruas do centro da cidade, desde o Hyde Park até ao Parlamento, e contaram com o apoio de figuras de peso.

O líder dos Liberais Democratas, Vince Cable, apelou a que se faça outro referendo quando o executivo acordar, com a UE, os termos de uma estratégia para a saída do bloco comunitário.

“O ‘Brexit’ pode nem acontecer. Provavelmente acontecerá mas continuamos a lutar. No final de contas, o público deve decidir. Decidiram iniciar esta viagem mas não decidiram se estão contentes com o destino”, disse Vince Cable.

Esta segunda-feira, o Parlamento votará o projeto-lei que prevê a erradicação da supremacia das normas comunitárias depois do “Brexit.”

A maioria dos partidos da oposição deverá votar contra. Na prática, o Partido Conservador poderá precisar do empurrão do Partido Democrata Unionista da Irlanda do Norte para fazer aprovar o texto.