Última hora

Última hora

Cuba confirma vítimas mortais do Irma

A maioria das mortes registou-se na capital, Havana, onde a água do mar subiu cerca de metro e meio.

Em leitura:

Cuba confirma vítimas mortais do Irma

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades cubanas confirmaram que há pelo menos dez mortos vítimas do furacão Irma. Embora haja vítimas em várias províncias, a maioria das mortes registou-se na capital, Havana, onde a água do mar subiu cerca de metro e meio e provocou inundações em muitos edifícios, alguns dos quais ruíram.

“Nunca pensámos que as águas fossem subir tanto. Ao início, a água em casa subiu-nos até à cintura, depois chegou quase até ao pescoço”, conta uma mulher. “Não temos nada, perdemos tudo – o frigorífico, a máquina de lavar, tudo”, diz outra habitante da capital cubana.

Além dos 10 mortos confirmados e de um número ainda não determinado de feridos, o furacão fez pelo menos 15 mil deslocados, que tiveram de deixar várias zonas do litoral. A tempestade deixou ainda grande parte da ilha às escuras. Raúl Castro promete que restabelecer o fornecimento de energia em todo o território é uma prioridade.