Última hora

Maré negra atinge ilha grega de Salamina

As autoridades gregas estimam que serão necessários quatros meses para proceder à limpeza da área.

Em leitura:

Maré negra atinge ilha grega de Salamina

Tamanho do texto Aa Aa

Uma maré negra atingiu a costa da ilha grega de Salamina, a 25 quilómetros a oeste de Atenas.

As equipas de limpeza tentam conter o crude proveniente dos depósitos de um petroleiro que naufragou ao largo da ilha, no domingo à noite.

Segundo as autoridades, a embarcação transportaria 2200 toneladas de crude.

“As operações de limpeza começaram ontem. Em alguns sítios é difícil pois nem tudo está acessível. São cerca de dois quilómetros de costa que estão poluídos”, informou a presidente da Câmara Municipal de Salamina, Isidora Nannou.


As autoridades gregas estimam que serão necessários quatros meses para proceder à limpeza da área.

Foram erguidas barreiras de proteção para conter a maré negra. Os pescadores foram aconselhados a evitassem a zona.

Desconhecem-se, ainda, as causas do naufrágio. O navio estava ancorado e as condições climatéricas eram favoráveis. O capitão e o segundo capitão foram detidos e postos em liberdade. Esperam agora julgamento.

O Agia Zoni II, um petroleiro de 91 metros, foi construído em 1972 e tinha bandeira grega.