Última hora

Co-líder da extrema-direita alemã afasta-se do partido

Em leitura:

Co-líder da extrema-direita alemã afasta-se do partido

Tamanho do texto Aa Aa

Frauke Petry, co-líder do partido de extrema-direita que ganhou mais de 12% nas eleições de domingo e ganhou uma expressiva representatividade no Parlamento alemão afirmou, menos de 24 horas depois, o afastamento do grupo parlamentar e a sua intenção de se manter como deputada independente.

Mais responsáveis da direita nacionalista alemã optaram pela mesma distância com o partido Alternativa para a Alemanha, como Marcus Pretzell, que anunciou esta terça-feira abandonar as fileiras partidárias.

Frauke Petry, uma das dirigentes do movimento anti-imigração, aponta a radicalização dos colegas partidários como causa do afastamento e abre assim uma cisão interna no Alternativa para a Alemanha. Desde domingo, quatro deputados pediram demissão do grupo parlamentar regional da Saxónia, onde o movimento anti-imigração liderou nas eleições de domingo com 27%.

O AfD irá a partir destas eleições receber fundos federais como todos os outros partidos, com estrutura nacional e oportunidade de a cimentar, mesmo que, até agora, nenhum outro grupo parlamentar o considere para coligação. Antes, porém, há uma hemorragia interna a conter.