Última hora

Atropelamento no centro de Londres não foi terrorismo

Onze feridos no exterior do Museu de História Natural de Londres, depois de um atropelamento considerado um acidente de viação pela polícia. O condutor está sob custódia policial

Em leitura:

Atropelamento no centro de Londres não foi terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

Um homem foi detido pela polícia britânica depois de ter conduzido uma viatura contra pedestres nas imediações do turístico Museu de História Natural de Londres por volta das 14 horas e 20 minutos locais.


Onze pessoas ficaram feridas e foram tratadas no local, segundo o serviço de ambulâncias de Londres, atingidas maioritariamente na cabeça e pernas; nove destas 11 foram posteriormente conduzidas a instalações hospitalares, incluindo o homem detido, que ainda se encontra sob custódia policial.


Através da rede social Twitter, a polícia informou não se tratar de um atentado terrorista, mas de um acidente de viação. Logo após o incidente, comerciantes desta zona do centro de Londres foram aconselhados a abandonar as lojas, um cordão securitário foi montado pela polícia, com ruas fechadas e helicópteros a sobrevoar a área.


Com o nível oficial de ameaça terrorista fixado em “grave”, o que traduz a probabilidade de um ataque iminente, o Reino Unido assistiu este ano a uma série de ações terroristas em Londres e Manchester, incluindo o uso de veículos contra pedestres na Ponte de Westminster e na Ponte de Londres.