Última hora

Última hora

Acusações de assédio sexual fazem cair Harvey Weinstein

A produtora de cinema de Hollywood, Weinstein Company demitiu, com efeito imediatamente, Harvey Weinstein, um dos seus dois presidentes, após as acusações de assédio sexual.

Em leitura:

Acusações de assédio sexual fazem cair Harvey Weinstein

Tamanho do texto Aa Aa

A produtora de cinema de Hollywood, Weinstein Company demitiu, com efeito imediatamente, Harvey Weinstein, um dos seus dois presidentes, após as acusações de assédio sexual contra o executivo. A decisão foi tomada pelo Conselho de Administração devido às mais recentes denúncias “sobre a má conduta” do responsável da empresa, de 65 anos, que surgiram “nos últimos dias”. Enquanto a companhia iniciou uma investigação interna, o produtor pediu desculpa, dizendo que nos anos 60 e 70 as regras de comportamento no trabalho eram diferentes.

Foi o New York Times que noticiou o escândalo. Harvey Weinstein, que produziu vários filmes galardoados com Óscares, entre eles “Chicago”, foi acusado, por várias mulheres, de assédio sexual. Situação que terá acontecido durante trinta anos.

Wenstein, um dos produtores mais conhecidos e influentes de Hollywood, terá feito, durante décadas, uma série de acordos extrajudiciais para pôr fim a denúncias apresentadas por antigas funcionárias e colaboradoras.

A saída de Harvey deixa o seu irmão Bob Weinstein, copresidente e David Glasser, diretor de operações, no comando da empresa.