Última hora

Uma mulher com 7000 anos

A mulher de Cuatro Tupus era uma nobre da civilização Caral, no Peru.

Em leitura:

Uma mulher com 7000 anos

Tamanho do texto Aa Aa

O mundo conhece agora a cara de uma mulher que viveu há sete mil anos. A mulher de Cuatro Tupus era uma nobre da civilização Caral, no Peru, que morreu com entre 40 e 50 anos e viveu por volta do ano 5000 antes de Cristo. A múmia foi descoberta no ano passado.

A reconstrução 3D foi agora apresentada: “O maior desafio da reconstrução foi refazer o crânio. Não podemos simplesmente reconstruir sem consultar a bibliografia e sem falar com os especialistas de Caral, para nos ajudarem nesta tarefa tão importante que é a reconstrução da mulher de Cuatro Tupus”, diz o artista responsável pela reconstituição, Cícero Moraes.

Classificada como Património Munial pela UNESCO, Caral é uma das mais importantes estações arqueológicas na América Latina e a mais antiga civilização deste tipo.