Última hora

Última hora

Teddy Riner faz história ao conquistar 10º título mundial

Em leitura:

Teddy Riner faz história ao conquistar 10º título mundial

Teddy Riner faz história ao conquistar 10º título mundial
Tamanho do texto Aa Aa

No primeiro dia do Campeonato Mundial de Judo, todas as categorias, em Marraquexe, Teddy Riner conquistou o seu 10º título mundial.

O francês começou por afastar Iurii Krakovetskii, do Quirguistão.

Riner confirmou o excelente momento de forma no segundo combate ao bater o campeão europeu, Guram Tushishvili, da Geórgia, que é apontado como o único que consegue fazer frente a Riner

Apesar de ter levado Riner até ao limite em Budapeste, desta feita 2 waza-ari colocaram Tushishvili no sítio, e o tão aguardado confronto, que poderia ter sido na final, terminou favorável a Riner.

Com Tushishvili fora do caminho, Riner avançou para o terceiro combate e eliminou Facial Jaballah, da Tunísia, começando por somar waza-ari e concluindo com ippon.

Na quarta ronda a vitória do judoca francês foi conseguida por ippon. Resultado de um fantástico uchi-mata sobre Temuulen Battulga, da Mongólia.

Nas meias-finais, Riner superou o judoca cubano Andy Granda e ficou a apenas uma vitória de décimo título mundial.

No espaço VIP, pedimos ao judoca David Douillet um comentário sobre as conquistas de Riner: “É fantástico. É especialmente fantástico para o Teddy e também para o judo francês. Estou muito feliz por ter uma pessoa como o Teddy no nosso grupo e que o judo francês esteja no ponto mais alto em cada competição mundial. É tão importante, é raro ter atletas assim. O Teddy é uma exceção na história do judo.”

O adversário de Riner na final foi o belga Toma Nikiforov , que também realizou o movimento do dia com um lançamento espetacular contra o marroquino Adil Hajji.

O judoca de menos de 100 quilos mostrou uma atração particular pelos campeonatos de peso aberto. Na final foi um verdadeiro David contra Golias.

No entanto, nesta história é o Golias que ganha. A caminhada e Riner não seria interrompida. O francês fez dois Waza-ari enquanto Nikiforov lutava para conter o poder do adversário.

Apesar de Riner não ter conseguido um ippon matador, com o final do combate a enormidade da sua décima medalha de ouro conquistada num mundial deu lugar à emoção

“É verdade que é um estilo diferente porque havia 90Kg, -100Kg e os pesados. Estou muito feliz. Nunca na minha vida eu disse que iria ser 10 vezes campeão mundial. Quando comecei no judo, nunca pensei sequer em ser campeão mundial uma vez. E é também o “todas as categorias”, é um titulo de prestigio no judo. Tenho orgulho de ter vencido,” declarou Teddy Riner.