Última hora

Última hora

Mosaico atrai artistas brasileiros

Em leitura:

Mosaico atrai artistas brasileiros

Mosaico atrai artistas brasileiros
Tamanho do texto Aa Aa

Inspirada na obra do catalão Antoni Gaudí, uma artista italiana decidiu recuperar uma praça na Toscana localizada em frente a uma igreja que há duas décadas ganhou vida através da arte. Os azulejos são a chave do trabalho artístico minucioso que pode vir a tornar-se o maior do mundo, destronando o recorde detido atualmente pelo Vietname.

"O mosaico é dedicado à visão de Ezequiel, à visão profética incluindo a visão de uma fonte batismal que ao ser tocada faz tudo florescer. Dá vida à vegetação, à Terra e é representada através de árvores cobertas de folhas e de fruta. Os peixes representam o sonho, eles voam sobre a terra, sobre a água e isto representa a parte boa do homem, o paraíso onde estamos bem e tudo é como num sonho. A outra parte, mais pequena, representa o mal. A parte desertificada do homem e da terra, mas sobretudo do homem" refere Andreina Giorgia Carpenito, autora e artista.

Uma obra onde também se fala português. O projeto cativou um grupo de artistas brasileiros não só pela dimensão artística, mas também social.

"O nosso grupo ficou encantado com o projeto e decidiu vir aqui e dar uma pequena contribuição, não só pelo valor histórico do projeto - que pensamos será uma marca na história do mosaico - mas também pelo aspeto social deste trabalho. O que mais nos impressionou foi o sentido de arte e comunidade, de paz social e de uma comunhão. Isto é mais do que apenas arte e mosaico, por isso decidimos vir", refere Simone Berton, do grupo "Mosaico Paulista".

A necessitar de obras, a igreja do Espírito Santo esteve perto de fechar portas por falta de financiamento, mas artistas como estes impediram o pior. Hoje, a arte permite recuperar espaços e atrair visitantes, dinamizando a economia local.

Mais sobre Cult