Última hora

Última hora

Papa despede-se do Bangladesh

Em leitura:

Papa despede-se do Bangladesh

Papa despede-se do Bangladesh
Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco põe fim à viagem ao Myanmar e ao Bangladesh, marcada pela questão dos refugiados Rohingya e pela promoção do diálogo interreligioso.

O sumo pontífice terminou a deslocação oficial, este sábado, em Dacca, com uma jornada dedicada à pequena comunidade católica de 375 mil fiéis num país de 160 milhões de habitantes.

O Papa visitou a Casa da Madre Teresa e a Igreja do Santo Rosário, duas instituições que se dedicam aos mais necessitados num dos países mais pobres do mundo.

Frente a vários membros da comunidade católica do país, o sumo pontífice apelou os responsáveis religiosos a evitar as divisões, comparando a "maldicência" ao "terrorismo".

Antes de regressar a Roma, esta noite, o Papa prestou ainda uma homenagem aos religiosos do país com uma visita a um cemitério católico.

Um ponto final numa viagem marcada pelo pedido de perdão do Papa aos refugiados Rohingya, na sexta-feira, e o apelo a ajuda internacional para o Bangladesh que acolhe desde Agosto mais de 620 mil deslocados da comunidade perseguida no Myanmar.