Última hora

Última hora

Manifestações pró-governo abrandam tensão no Irão

Em leitura:

Manifestações pró-governo abrandam tensão no Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Ao sétimo dia de agitação social no Irão, as manifestações pró-governo foram esta quarta-feira o centro das atenções. Milhares de iranianos saíram às ruas e a televisão do estado exibiu as marchas nas cidades de Kermanshah, Ilam e Gorgan, pintadas com as bandeiras do país e cartazes do Ayatollah Ali Khamenei.

Cânticos como "O sangue das nossas veias é um presente para o nosso líder" ou "Não abandonaremos o nosso líder" fizeram-se ouvir em resposta aos que pediram a morte de Khamenei e contestaram o poder do presidente Hassan Rouhani.

Os protestos pró-governo surgem após vários dias de tensão no Irão, que levaram a pelo menos 21 mortos e mais de 450 detidos.

Segundo as autoridades oficiais, os protestos entraram já numa fase descendente, depois da denúncia contra alegadas manipulações externas dos Estados Unidos, Israel e Reino Unido.

A maior vaga de contestação ao regime iraniano desde 2009 começou devido a razões económicas, face à crise e à falta de emprego - nomeadamente entre os jovens, em que mais de 25% não têm trabalho -, mas assumiu uma inusitada dimensão política.