Última hora

Última hora

Reverter o envelhecimento celular

Investigadores portugueses descobrem como reverter o envelhecimento celular.

Em leitura:

Reverter o envelhecimento celular

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de investigadores portugueses, do Instituto de Medicina Molecular, descobriu que é possível dar nova vida a células envelhecidas se se reduzir a quantidade de uma molécula de RNA, na sigla em inglês, que estas células produzem em maior quantidade. Um estudo, feito com células da pele de ratinhos, e publicado na NatureCommunications.

Bruno de Jesus, um dos autores do estudo, explicou à euronews que "à medida que as células envelhecem, ficam menos plásticas, ou seja, é cada vez mais complicado converter uma célula numa célula pluripotente. As nossas experiências focaram-se em descobrir se diminuindo este RNA conseguíamos transformar células envelhecidas em pluripotentes e conseguimos, demonstrámos que sim."

Mas não ficamos mais novos por isso, o que fazemos é um rejuvenescimento celular que tem inúmeras aplicações. O tratamento de doenças, por exemplo.

De acordo com Bruno de Jesus, "ao obter as células estaminais, poderemos diferenciá-las em várias células de organismo que poderão ser usadas para substituir órgãos danificados. No caso das doenças, terá de haver um passo intermédio, de correção da doença, mas o mecanismo é idêntico."

Novas portas abrem-se à investigação e à aplicação prática do conhecimento adquirido. Passar dos ratinhos aos seres humanos é o novo passo.