Última hora

Última hora

Mais de cem estudantes continuam desaparecidas na Nigéria

Em leitura:

Mais de cem estudantes continuam desaparecidas na Nigéria

Tamanho do texto Aa Aa

Os apelos à resposta rápida do Governo nigeriano multiplicam-se na sequência do desaparecimento de pelo menos 110 raparigas que continuam em paradeiro desconhecido.

Terão sido, alegadamente, raptadas durante um ataque do Boko Haram a uma escola feminina de Dapchi, na passada segunda-feira.

As autoridades chegaram a negar o rapto - referindo inicialmente que as jovens estavam escondidas dos atacantes - mas garantem agora o máximo esforço para recuperar as vítimas.

"Queremos assegurar aos nigerianos que nenhuma pedra ficará por voltar na nossa determinação de salvar estas raparigas", sublinhou o ministro nigeriano da Informação, Lai Mohammed.

O paradeiro desconhecido reavivou velhos fantasmas. Este representa o maior rapto desde que o Boko Haram sequestrou mais de 270 crianças na cidade de Chibok, em 2014.

Muitos nigerianos temem que as estudantes tenham sido levadas para servirem de noivas para os extremistas do grupo terrorista.