Última hora

Última hora

Vídeoárbitro aprovado para o Mundial 2018

Em leitura:

Vídeoárbitro aprovado para o Mundial 2018

Tamanho do texto Aa Aa

O vídeoárbitro (VAR) vai ser uma realidade no Campeonato do Mundo de futebol de 2018, na Rússia. O International Football Association Board (IFAB), o organismo máximo da arbitragem, aprovou por unanimidade a adoção desta tecnologia, que já era defendida pela FIFA.

O vídeoárbitro prevê a possibilidade do juiz da partida consultar um monitor junto ao relvado, bem como receber correções via áudio de outro árbitro junto de diversas televisões com acesso a repetições.

O sistema, que já está em vigor em algumas ligas europeias, como a portuguesae a italiana, vai ser utilizado em quatro situações: golos, grandes penalidades, cartões vermelhos diretos e identidades trocadas.

Depois desta decisão, a FIFA, cujo líder Gianni Infantino preside ao IFAB, deverá dar ‘luz verde’ ao VAR a 16 de março, em Bogotá, na Colômbia. Infantino já havia afirmado em anteriores ocasiões ser favorável à utilização do videoárbitro no futebol, para rever “erros claros dos árbitros".

Numa reunião realizada este sábado em Zurique, na Suíça, foi igualmente aprovada para o futuro a possibilidade de uma quarta substituição em jogos que vão a prolongamento.

Depois da introdução da tecnologia da linha de golo para o Mundial de 2014, o próximo Mundial na Rússia vai assim trazer mais uma ferramenta de apoio ao trabalho dos árbitros.

O Mundial de futebol de 2018 realiza-se na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho, com a participação da seleção portuguesa, que se apresenta como campeã europeia em título.