Última hora

Última hora

Austrália e Reino Unido ligados por voo direto de 17 horas

Em leitura:

Austrália e Reino Unido ligados por voo direto de 17 horas

Austrália e Reino Unido ligados por voo direto de 17 horas
Tamanho do texto Aa Aa

Está completa a primeira ligação aérea comercial sem escalas entre a Austrália e a Europa.

A companhia aérea australiana Qantas completou este domingo de manhã o primeiro voo direto entre Perth, na costa oeste da Austrália, e Londres, no sudeste do Reino Unido.

A partida aconteceu às 19 horas de sábado à noite, com o avião a descolar cerca de 15 minutos após a hora prevista.

O Boeing 787-9 Dreamliner, com código de voo QF9, voou no sentido contrário ao andamento do relógio e aterrou pelas 05:05 da manhã deste domingo, em Londres (era já meio dia em Perth).

Ao todo, foram 17:03 horas de voo, sem escalas, de uma ligação aérea que até aqui demorava pouco mais de 20 horas, incluindo uma paragem na Ásia ou no Médio Oriente.

No entanto, para quem parte de Melbourne e quer cumprir a ligação direta entre Perth e Londres, a viagem "ganha" apenas uma hora em relação à ligação anterior entre a costa sudeste australiana e a capital britânica.

Algumas companhias que também fazem a ligação Perth-Londres chegam a necessitar de mais de 40 horas para transportar os respetivos passageiros do leste da Austrália até à capital britânica, numa distância aproximada de 14.500 quilómetros.

O avião tinha o regresso a Perth previsto para descolar às 13:15 deste domingo, com o código de voo QF10. Partiu um pouco depois, às 13:31, e tem a aterragem prevista em Perth para as 12:38 de segunda-feira (serão 05:38 da manhã, em Londres).

A Qantas já tem em preparação também a ligação entre Londres e a costa leste australiana, o que se prevê ser possível a partir de 2022. Estando também sobre a mesa o voo direto entre Sydney e Nova Iorque, na costa leste dos Estados Unidos.

A companhia australiana desafiou as duas maiores fabricantes de aviões, a Boeing e a Airbus, para produzirem jatos capazes de voar com lotação esgotada entre Sydney e Londres, numa distância superior a 17.000 quilómetros.