Última hora

Última hora

Irão: Acordo nuclear está nos "cuidados intensivos"

Em leitura:

Irão: Acordo nuclear está nos "cuidados intensivos"

Irão: Acordo nuclear está nos "cuidados intensivos"
Tamanho do texto Aa Aa

Abbas Araghchi, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, e um dos negociadores do acordo nuclear com o Ocidente, deu uma entrevista exclusiva à euronews, em Bruxelas, por ocasião do Fórum Irão-União Europeia.

Os europeus, e outras partes que assinaram o acordo, devem compensar a ausência dos EUA e a sua reimposição de sanções

Abbas Araghchi Vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Irão

"O acordo está agora na unidade de cuidados intensivos porque perdeu o equilíbrio, em resultado da decisão dos Estados Unidos de o abandonar. Se os europeus, e as outras partes que assinaram o acordo, estão interessados em salvá-lo, devem compensar a ausência dos EUA e a sua reimposição de sanções", disse o governante.

Uma das grandes preocupações para o Irão é a saída progressiva de empresas europeias que estavam a investir no país.

"O que é importante para nós são os dividendos do acordo. Não nos interessa saber como é que os europeus vão proteger as suas empresas, mas interessa-nos que essas empresas continuem a trabalhar conosco. Queremos que o petróleo bruto do Irão seja comprado e que o dinheiro reverta para os nossos cofres, pelo que têm de se estabelecer os mecanismos bancários. Como é que que vão ser estabelecidos, cabe aos europeus", explicou.

Sobre a decisão do Irão de se manter ou não no acordo, o governante disse: "Demos algumas semanas de prazo e estão quase no fim. Não posso dizer que as perspectivas sejam muito boas, que possamos chegar a um bom pacote de medidas. Mas continuamos à espera e mantemos a esperança de que esse pacote seja suficientemente bom para que o Irão se mantenha no acordo".