Última hora

Última hora

EasyJet faz queixa à Comissão Europeia devido à greve dos controladores

Em leitura:

EasyJet faz queixa à Comissão Europeia devido à greve dos controladores

EasyJet faz queixa à Comissão Europeia devido à greve dos controladores
Tamanho do texto Aa Aa

A EasyJet vai fazer queixa à Comissão Europeia pela greve dos controladores aéreos franceses.

Uma paralisação que provocou o cancelamento de mais de 2600 voos e perdas de, aproximadamente, 28 milhões de euros durante 3 meses até dia 30 de junho.

A companhia aérea anunciou que vai apresentar esta queixa na próxima semana, juntamente com a Ryanair e com o grupo IAG.

Não questionando o direito à greve, o diretor executivo da Easyjet, Johan Lundgren, argumentou que houve uma falha na legislação europeia e que os controladores aéreos devem assegurar os serviços mínimos e garantir os voos.

Acrescentou ainda que a liberdade de movimentos dos cidadãos ficou comprometida e que estes cancelamentos são uma "situação muito difícil" para a empresa.

No terceiro trimestre fiscal, as receitas da easyJet aumentaram 14%, para aproximadamente 1,8 mil milhões de euros.