This content is not available in your region

França recebe ajuda para combater incêndios

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro  com Agências
Combate ao incêndio em Hostens, a sul de Bordéus, em França
Combate ao incêndio em Hostens, a sul de Bordéus, em França   -   Direitos de autor  SDIS 33 via AP   -  

Seis países europeus enviam reforços para o combate aos incêndios em França. De norte a sul do país, centenas de fogos fazem soar os alarmes, mas oito grandes incêndios mobilizam a maior parte dos meios.cA região de Gironda entrou no mapa da terra queimada ainda no mês de julho e não mais saiu, somando já 14 mil hectares ardidos.

"É provável que o fogo se tenha espalhado no subsolo e depois recomeçado em áreas que ainda estavam verdes. Nessa altura, o fogo, também devido à secura da vegetação e à humidade extremamente baixa, recomeçou muito rapidamente e reinflamou os pinheiros," diz um dos bombeiros no terreno.

Incêndios em "condições climáticas extremas" - é assim que os especialistas os definem em regiões com vagas de calor e um histórico de falta de chuva cada vez maior.

A primeira-ministra francesa chegou esta quinta-feira a Gironda e quis sublinhar o aumento de meios no terreno. "Quando o Presidente da República aqui chegou em Julho tínhamos 2 helicópteros bombardeiros de água, hoje temos 9 e teremos 11 no final da semana. Posso assegurar-vos que nunca mobilizámos tantos recursos aéreos para combater os incêndios," afirmou Elisabeth Borne.

Governo francês elogia "solidariedade europeia"

Miriam García Ferrer, porta-voz sda Comissão Euopeia anunciou o envio de "quatro aviões das posições da frota de bombeiros de salvamento na Grécia e Suécia. Além disso, bombeiros da Alemanha, Polónia, Áustria e Roménia estão a caminho para apoiar as equipas francesas através deste mecanismo".

Várias casas tiveram de ser evacuadas durante a última noite. Na região de Aveyron, 500 turistas e residentes foram obrigados a abandonar duas aldeias ameaçadas pelas chamas.

Em França, este ano já arderam mais de 40 mil hectares de floresta - mais do triplo do que a média anual dos últimos 10 anos. As temperaturas têm estado consistentemente acima dos 30 graus, chegando aos 40 graus nalgumas localidades.