This content is not available in your region

Mundial de Judo: Glória para o Uzbequistão! Croácia deixa a sua marca

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Campeonato do Mundo de Judo, Uzebequistão
Campeonato do Mundo de Judo, Uzebequistão   -   Direitos de autor  IJF official twitter page   -  

O Presidente da República do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, assistiu ao quinto dia do Mundial de Judo onde conheceu Marius Vizer, presidente da Federação Internacional de Judo (IJF). Ambos testemunharam um momento histórico para o Judo no Uzbequistão.

Davlat Bobonov esteve em grande durante todo o dia, e a multidão da casa respondeu, entusiasticamente, aplaudindo-o ao derrubar adversário após adversário, incluindo o atual campeão olímpico. Com Ilias Iliadis - lenda do Judo e antigo campeão do mundo na categoria de -90kg - na sua posição, parecia que as estrelas estavam prestes a alinhar-se.

O italiano Parlati seria o seu adversário na final, mas a sua técnica de ação rápida fá-lo-ia derrotar o campeão europeu, Luka Maisuradze, da Geórgia. Bobonov ia avançando perante uma multidão ao rubro, com o Presidente, o Primeiro-ministro e toda a nação uzbeque a apoiá-lo. Depois de vencer o seu adversário italiano, teve o Presidente, o estádio e toda a nação aos seus pés ao cimentar o seu lugar de herói no Uzbequistão.

O Presidente da República do Uzbequistão concedeu, orgulhosamente, a Bobonov a medalha de ouro que explicava que quando se apurou para a final, o "próprio Primeiro-ministro" foiter com ele para lhe dizer que o Presidente ia assistir à final e quando recebeu a medalha, das mãos do chefe de Estado, estava "em completo choque, ainda é um sonho", dizia.

Os vencedores do concurso "Throw To Tashkent" do IJF foram convidados a subir ao palco para serem felicitados pelo secretário-geral do IJF, Jean Luc Rouge, pelo tesoureiro-geral do IJF, Naser Al Tamimi, e pelo diretor-geral do IJF, Vlad Marinescu.

A categoria -70kg foi dominada pelas croata, com a campeã mundial Barbara Matic a regressar determinada a defender o título e fez tudo para ganhar um lugar numa segunda final mundial consecutiva.

Pela frente teve a sua companheira de equipa e parceira de treino, a jovem estrela em ascensão Lara Cvjetko.

Depois de aquecerem juntas durante todo o dia, a final terminou com algum trabalho de base bem executado por Matic, conquistando o seu segundo título mundial, consolidando-se, oficialmente, como a melhor na categoria para este novo ciclo.

O Diretor de Educação do IJF e o presidente da Federação Croata de Judo, Dr. Sanda Corak, atribuíram as medalhas.

A categoria -70kg foi dominada pelas croatas, com a campeã mundial, Barbara Matic, a regressar determinada a defender o título e a fazer tudo para ganhar um lugar numa segunda final mundial consecutiva. Pela frente teve a sua companheira de equipa e parceira de treino, a jovem estrela em ascensão Lara Cvjetko.

Depois de aquecerem juntas durante todo o dia, a final terminou com algum trabalho de base bem executado por Matic, conquistando o seu segundo título mundial, consolidando-se, oficialmente, como a melhor na categoria para este novo ciclo. O diretor de Educação do IJF e o presidente da Federação Croata de Judo, Dr. Sanda Corak, atribuíram as medalhas. Para a judoca este foi o momento da Croácia que se impôs como nova líder nos -70kg.

Um belo momento de desportivismo na competição pelo bronze da mesma categoria. A medalhista mundial e Olímpica, Sanne Van Dijke, dos Países Baixos, levou ao colo a sua adversária japonesa, para fora tapete, exibindo os verdadeiros valores do Judo.

Houve ainda tempo para agraciar Cor van der Geest com o seu 8º Dan, pelo presidente do IJF Sr. Marius Vizer.

Entusiastas de todo o mundo reuniram-se para ver os campeões mundiais de judo como o recém-coroado campeão mundial, nos -81kg, Tato Grigalashvili que inspirou a próxima geração de judocas na Humo Arena.