This content is not available in your region

Será que é desta que Ennio Morricone ganha o Óscar para melhor banda sonora?

Será que é desta que Ennio Morricone ganha o Óscar para melhor banda sonora?
De  Elza GONCALVES

<p>Mais uma distinção para Ennio Morricone. Desta vez, o compositor italiano arrecadou um prémio Bafta pela banda sonora do filme “os oitos odiados” de Quentin Tarantino. O galardão da indústria da música britânica foi-lhe entregue em mãos, durante o concerto “60 Years of Music”, em Londres. </p> <p>A banda sonora do último filme de Tarantino é candidata ao Óscar. Morricone já foi nomeado várias vezes mas nunca ganhou.</p> <p>“Vou a Los Angeles sem expectativas porque já fui nomeado cinco ou seis vezes sem ganhar. Espero que, desta vez, ganharei um Óscar mas não tenho a certeza. Por isso, prefiro ficar tranquilo, sereno e com esperança”, afirmou o compositor.</p> <p>Morricone tornou-se célebre ao compor as bandas sonoras dos filmes de Serge Leone, nomeadamente,“O bom, o mau e o vilão” e “Aconteceu no oeste”.</p> <p>“As pessoas gostariam de conhecer os mistérios da criatividade, a forma como trabalho. Mas é difícil de explicar. Às vezes, basta ter uma ideia e desenvolvê-la. Outras vezes, não tenho ideias, mas, à última da hora, surge algo”, sublinhou Morricone.</p> <p>A digressão “60 years of music” celebra os grandes sucessos de Morricone. O compositor italiano tem concertos previstos em várias cidades europeias.</p>