This content is not available in your region

Bruxelas pede mais cortes no orçamento italiano

Access to the comments Comentários
De  Isabel Marques da Silva
Bruxelas pede mais cortes no orçamento italiano

A Comissão Europeia pediu à Itália que corte à volta de três mil milhoes de euros no orçamento para 2019, revelou o jornal Corriere della Sera.

Foi a reação de Bruxelas a mais uma versão modificada do orçamento que terá de ter o carimbo europeu ainda esta semana.

Depois de várias revisões, o governo de Roma propõe que o défice fique nos 2,4% do PIN em 2019.

O comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, disse que tudo fará para impedir que a Itália seja sancionada por causa do orçamento de 2019, reiterando que não há "dois pesos e duas medidas" para Paris e Roma.

"Estamos a trabalhar muito, num diálogo construtivo, para garantir que a Itália possa executar a política que deseja (...), mas que o faça de acordo com as regras. (...) Não apenas não gosto de "dois pesos e duas medidas", como não gosto de injustiça", disse, negando que a França tenha um tratamento de favor porque prevê um défice de 3,2% em 2019, quando o da Itália deverá ser de 2,04%.

Mosovici explicou que um "desvio temporário, limitado e excecional" do regulamento europeu que limita o défice público de um país a 3% do seu PIB é "concebível", em referência à situação francesa.