This content is not available in your region

Transnístria: uma "bomba-relógio" entre a Moldávia e a Ucrânia?

Access to the comments Comentários
De  Pedro Sacadura  & Alice Tidey
Um enorme brasão de armas da Transnístria - a região separatista pró-russa da Moldávia na fronteira oriental com a Ucrânia, na capital da Transnístria, Tiraspol, Setembro 2011
Um enorme brasão de armas da Transnístria - a região separatista pró-russa da Moldávia na fronteira oriental com a Ucrânia, na capital da Transnístria, Tiraspol, Setembro 2011   -   Direitos de autor  SERGEI GAPON / AFP   -  

A Moldávia e a Transnístria estão envolvidas num "conflito congelado" há duas décadas, mas há quem receie que a invasão da Ucrânia por parte da Rússia possa provocar uma escalada de violência.

Esta semana, três explosões abalaram o enclave separatista pró-Rússia, visando duas torres de rádio que transmitiam em russo.

Moscovo e Kiev acusaram-se mutuamente do aumento das tensões, de querer arrastar a Moldáviae a Transnístria para o conflito que a Rússia provocou quando invadiu a Ucrânia a 24 de fevereiro.

O pequeno enclave, localizado entre a Moldávia e a Ucrânia, declarou-se unilateralmente independente no início dos anos 1990, mas não é reconhecido por qualquer outro país do mundo.

A Rússia tem um pequeno contingente de 1500 soldados na região que diz serem forças de paz.

Assista ao vídeo acima para conhecer mais detalhes.