Última hora

Última hora

Lviv, a "Paris do leste"

Em leitura:

Lviv, a "Paris do leste"

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Lviv, no oeste da Ucrânia, é o maior exemplo da diferença entre as principais cidades do país. Ao percorrer o centro histórico, temos a sensação de estar num destino popular da Europa Ocidental. Não é por acaso que chamam a Lviv a “pequena Paris do Leste”

Muitos destes edifícios vêm de tempos tão antigos como o século XIII. Refletem vários estilos e períodos da história europeia.

Lviv sobreviveu aos conflitos do passado. Diz-se que metade dos monumentos ucranianos pode ser encontrada aqui. Com cerca de 700 mil habitantes, Lviv é um dos principais centros culturais da Ucrânia.

Lviv foi em tempos um centro de trocas comerciais entre leste e oeste. As influências são muitas, desde o domínio austríaco e polaco à ocupação alemã e à era soviética.

Sete anos depois da independência, Lviv passou a fazer parte do património mundial da Unesco.

O elétrico, que anda pelas ruas de Lviv desde 1880, faz também parte do caráter da cidade.

É também um importante centro de ensino e pesquisa, com cerca de 70 instituições de ensino superior. A comunidade estudante aproveita ao máximo o ambiente cosmopolita dos cafés e toda uma mistura de influências.

“Quando passamos pelas ruelas, sentimos o perfume do café, do chocolate, dos velhos tempos. Lviv é única, porque junta muitas culturas, é importante perceber isso, se queremos sentir a cidade”, diz uma estudante.

A Ucrânia lembra também os momentos tristes da História. Há um monumento é dedicado aos judeus de Lviv que foram mortos no Holocausto. Antes da Segunda Guerra Mundial, cerca de um terço da população de Lviv era judia, hoje são apenas cerca de cinco mil.

As igrejas fizeram sempre parte da paisagem da cidade e tem havido um ressurgimento da vida religiosa, nos últimos 20 anos. No que toca à cultura, a literatura é muito popular. Foi aqui que foi criada a primeira oficina de imprensa da Ucrânia.

Isto sem falar da música, que nos acompanha sempre, levando os visitantes de volta ao passado…