Última hora

Última hora

Todos merecem uma segunda oportunidade

Em leitura:

Todos merecem uma segunda oportunidade

Tamanho do texto Aa Aa

Brasil: passado negro, futuro brilhante

Há muitas razões pelas quais as pessoas abandonam a escola. Mas será que o abandono é mesmo irreversível? O que dizer dos jovens que crescem em zonas onde a criminalidade e o tráfico de droga é algo habitual? Como podem evitar as armadilhas e como podem libertar-se se estiverem envolvidos neste ambiente… No Brasil, a cultura pode ajudar. Vigário Geral é um dos bairros mais perigosos do Rio de Janeiro, localizado numa zona suburbana e controlado pelo crime organizado. Mas é onde o centro cultural Afroreggae foi criado há mais de vinte anos. Washington Rimas, conhecido como Feijão trabalha no projeto. É um elo de ligação entre os moradores da favela e as instituições.

Grécia: Começar de novo

Com o aumento do desemprego na Grécia, mesmo os licenciados têm dificuldade em arranjar emprego. E a situação é ainda pior para as pessoas que abandonaram a escola e não têm qualquer qualificação. Mas um projeto está a tentar ajudar. Corfu é uma das ilhas mais bonitas do Mediterrâneo. Mas o grau de escolaridade dos habitantes é preocupante. Muitos não completaram o ensino obrigatório. É aqui que as escolas que dão uma segunda oportunidade entram em cena.

Jordânia: meninos de escola

Os jovens conseguem encaixar-se numa sala de aula tradicional ou será um ambiente informal será mais apelativo? Descobrimos os métodos de ensino mais motivantes e uma ONG na Jordânia que está a fazer a diferença. A organização internacional Questscope tem vindo a desenvolver um programa de novas oportunidades, desde 2003. Trabalha em conjunto com o Ministério da Educação, que não consegue chegar a todas as zonas pobres do país.

Learning World Facebook
Learning World Twitter