Última hora

Última hora

Acessibilidade para todos

Em leitura:

Acessibilidade para todos

Tamanho do texto Aa Aa

Sophie, Paris: “França anunciou recentemente o adiamento da legislação sobre a acessibilidade em locais públicos, habitação e transportes. Em que medida é que os EUA estão a contribuir para facilitar a vida de pessoas com deficiência?”

Stig Langvad, membro Executivo do Fórum Europeu da Deficiência (FED): “Nos últimos 15-20 anos, a União Europeia tem sido o principal impulsionador das mudanças para pessoas com deficiência. Fizeram regulamentos em quase todas as áreas relativos aos transportes: fizeram mudanças significativas no que toca à não-discriminação no local de trabalho, estão a trabalhar para se certificarem que os locais públicos se tornam acessíveis e utilizáveis ​​por pessoas com deficiência. Coisas sobre as quais os Estados-Membros ainda não teriam agido se a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu não tivessem exercido pressão.

Provavelmente porque os Estados-Membros têm a perceção de que é caro adequar-se às necessidades das pessoas com deficiência, o que não é correto: sempre que garantimos que pessoas com deficiência conseguem ser autónomas, já não é necessário prestar assistência. A União Europeia pode fazer ainda mais: pode começar a focar muito mais na normalização para ter a certeza que cada vez que se adapta, renova, ou se compra novo equipamento, que seja acessível para pessoas com deficiência.”

Se também gostaria de fazer uma pergunta em U-talk, clique no botão abaixo: