Última hora

Última hora

Turquia: Protestos contra a visita de Biden

Em leitura:

Turquia: Protestos contra a visita de Biden

Tamanho do texto Aa Aa

Na Turquia, para participar na cimeira do Conselho Atlântico sobre segurança, o vice-presidente americano, sublinhou o caráter corrosivo da concentração de poderes do Estado.

Uma mensagem para o governo conservador islâmico de Recep Tayp Erdogan, muitas vezes acusado de autoritarismo e com quem Joe Biden se reuniu para um almoço de trabalho.

No encontro abordaram temas como o combate ao terrorismo, a situação na vizinha Síria e no Médio Oirente. “A paz global enfrenta ameaças terroristas graves. Hoje em dia, vemos o reflexo disso mesmo no Médio Oriente e de forma muito marcada. Infelizmente o sistema internacional apesar de abalado pelos acontecimentos está a perder o poder de moderação e o papel de estabilização”.

Enquanto a reunião decorria entre os dois líderes mais de 300 pessoas protestavam contra a visita do vice-presidente dos Estados Unidos.

Biden não viu o protesto, organizado pela Associação de Jovens da Turquia, o mesmo grupo que agrediu três militares da Marinha dos Estados Unidos na semana anterior também em Istambul.