This content is not available in your region

Marrocos: Morrer afogado à porta do deserto

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Marrocos: Morrer afogado à porta do deserto

<p>Um mar às portas do deserto do Saara. As chuvas torrenciais que atingem o sul de Marrocos nos últimos dias já provocaram 32 mortos e seis pessoas continuam desaparecidas. </p> <p>O alerta meteorológico foi levantado esta segunda-feira à tarde, mas a subida das águas continua a afetar várias regiões. </p> <p>A zona de Guelmim é a mais atingida, pelo menos 24 pessoas foram arrastadas pelas enxurradas. </p> <p>O exército e a polícia mobilizaram centenas de militares e agentes para prestarem auxílio às populações mais afetadas. A violência das águas destruiu carros e casas, arrastando várias viaturas.</p> <p>O mau tempo afeta igualmente o turismo. 200 estrangeiros tiveram de interromper as férias em Ouarzazate. A intempérie atingiu igualmente a zona de Marraquexe. </p> <p>O governo espanhol anunciou, na noite passada, o envio de ajuda para a zona que regista as piores cheias pelo menos desde 1986.</p> <p><iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/Aqnz0_3vnIQ" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p>