Última hora

Última hora

A situação em Ferguson aos olhos de canais de televisão europeus

Em leitura:

A situação em Ferguson aos olhos de canais de televisão europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Protestos causados pelas divisões raciais eclodiram, nos Estados Unidos da América, na última terça-feira, depois da decisão de um grande júri não seguir com o processo contra um polícia que matou a tiro um adolescente negro. A situação relançou o debate sobre as comunidades de negros e o reforço da lei, a France 2 acmopanhou o evoluir da situação.

Alguns comentadores russos, comparam a agitação em Ferguson com os protestos em Maidan, Kiev, que derrubaram o presidente ucraniano. Outros, como a televisão estatal russa, RTR, descrevem a situação como estando “fora de controlo” e dizendo que é um “estalo na democracia dos Estados Unidos da América”.

Sereno e de consciência tranquila. É assim que se sente Darren Wilson, o polícia de Ferguson que matou Michael Brown. Ele deu, pela primeira vez, uma entrevista à televisão na qual explicou a sua versão dos factos. A Rai Uno fez uma reportagem sobre a matéria.

O dia de Ação de Graças ficou marcado pelo regresso à calma tanto em Ferguson como noutras cidades dos Estados Unidos. Mas a tensão criada pela segregação racial será difícil de apagar. Uma reportagem da TVE.