Última hora

Última hora

Rússia reabre torneiras do gás para a Ucrânia

A Rússia tinha cortado o abastecimento de gás, em junho, por causa de um diferendo em torno do preço a pagar pela Ucrânia.

Em leitura:

Rússia reabre torneiras do gás para a Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

O gás russo já começou a chegar novamente à Ucrânia. A informação foi avançada pelo operador público dos gasodutos ucranianos, Ukrtransgaz, e confirmada pelo gigante russo Gazprom.

Moscovo voltou a abrir as torneiras do gás depois de Kiev ter anunciado, no fim de semana, que pagou adiantado à Gazprom perto de 378 milhões de dólares, cerca de 306 milhões de euros, para receber à volta de mil milhões de metros cúbicos de gás.

A Rússia tinha cortado o abastecimento de gás, em junho, por causa de um diferendo em torno do preço a pagar pela Ucrânia. A Europa chegou a temer pelo seu próprio aprovisionamento e após várias rondas de negociações, Kiev, Moscovo e a União Europeia chegaram a um acordo, em outubro.

A Ucrânia já regularizou entretanto uma tranche de 1.450 milhões de dólares (1.170 milhões de euros) de pagamentos em atraso e tem mais 1.650 milhões de dólares (1.335 milhões de euros) para pagar à Gazprom até ao final do ano. A Rússia avaliou em 5.300 milhões de dólares, os pagamentos de gás que a Ucrânia tinha em atraso, mas aceitou que submeter a um tribunal arbitral uma decisão sobre os 2.200 milhões de dólares restantes.